Porque sou contra o lingerie day

Letícia F. July 26, 2012 35

Algumas correntes ideológicas do feminismo são contrárias à pornografia, à objetificação, ao “mercado sexual”. Não vou falar disso nesse post – porque não tenho conhecimento suficiente e nem opinião completamente formada.

Então, por favor não vejam esse texto como um combate ~feminazi~.

ninguem 1.jpg Porque sou contra o lingerie day

Eu não preciso de ninguém me dizendo o que eu preciso fazer

Eu sou contra o lingerie day.

Não, eu não sou contra gente de calcinha ou pelada. Pelo contrário: gosto muito. Tenho um tumblr e um board no Pinterest  só de fotos eróticas. Adoro rendas, meias 7/8 e espartilhos.

Também não tenho absolutamente nenhum problema com o exercício da sexualidade como convém a cada um. Escrevi um blog em que narrava meus encontros sexuais. É exibicionista? Gosta de ser objetificado? Sente prazer nisso?

Sou sempre a favor da liberdade individual, desde que ela não interfira na liberdade do outro.

Então, afinal, qual a razão de eu falar mal do lingerie day?

São várias as questões.

Eu poderia cair no discurso fácil e batido (e super importante) de que a mulher está sendo objetificada e nem tem noção disso. Porém, eu estaria tirando a mulher do lugar de sujeito e eu estaria – ora vejam só – objetificando-a!

Nem todas as mulheres precisam ser tuteladas, especialmente por uma mera blogueira como eu. Algumas delas decidiram tirar fotos seminuas porque isso lhes agrada, lhes dá prazer, lhes é importante. Eu seria absolutamente contraditória ao negar-lhes o direito a disporem dos respectivos corpos da maneira que lhes aprouver.

Todas nós somos livres (em teoria) para ficarmos peladas, tirarmos fotos sensuais ou empinarmos a bunda.

Mas quantas de nós fazemos isso nos outros dias do ano? Quantas de nós somos realmente donas dos nossos corpos? Quantas de nós apontamos o dedo na cara da ~biscate~ que teve a audácia de dividir a mesma calçada conosco?

Você é livre? Você pensa duas vezes antes de tirar a roupa na frente de um cara? Você trepa até o raiar do dia sem considerar as consequências “morais” dos seus atos?

Eu prefiro achar que sim, mas nós sabemos que não é verdade. Hoje muitas mulheres sentem como se tivessem um passe livre para tirarem a roupa. O que te impede de agir assim sempre?

Se você tem um único dia para “ser livre” – e esse dia foi estipulado por alguém que você nem conhece -, você está sendo manipulada. Não só porque é mulher (juro que não vou fazer as olimpíadas da opressão), mas porque a sexualidade ainda é escondida, velada, reprovada.

E, nós sabemos, esses quase nus não são ~artísticos~. O dia é sobre sexo. Não é sobre a beleza do corpo humano. É sexo. Hoje todo mundo vê peitões e bundas desnudas. Amanhã, fazem carão ao falarmos de boquete, xingam a garota de decote, mentem ao dizerem quantos parceiros tiveram.

Como se não bastasse, é preciso seguir um determinado padrão para ser aceito (mesmo no dia em que você  “poderia” ser livre). Retuitei um monte de xingamentos às garotas que  tiraram foto de lingerie. Gorda? Peluda? Com celulite? Não, você não está à altura de ser admirada. Um dos organizadores do lingerie day, inclusive, fala mal de bucetas e mamilos escuros. Isto é, além de magra e peituda você precisa ser branca. Bem branca. Ou fazer clareamento anal e vaginal. Ih, mas e o mamilo? Não sei. Dá seu jeito.

Eu não quero partir do pressuposto que você, que participa do lingerie day,  não sabe o que está fazendo. Prefiro apostar em você e pensar que a decisão foi toda sua, sem que você esteja competindo pela atenção masculina.

Mas sei que muitos de nós – homens e mulheres – fazemos muitas coisas para chamarmos a atenção, para sermos aprovados, para ganharmos algum tipo de afeto. Ao longo da vida a gente vai aprendendo a não esperar por isso. Passamos a reconhecer nosso próprio valor e nos cercamos de gente que nos garante a segurança que precisamos. Até acontecer, porém, vamos cometendo alguns erros para sermos amados. Talvez até cheguemos a postar foto de lingerie para todo mundo ver.

Logo, não cabe a mim julgar os motivos pelos quais as pessoas individualmente resolveram aderir ao lingerie day. Como coletivo, porém, vejo que ainda estamos muito longe de aceitar a nudez e o sexo como algo natural e muito, muito bacana.

Esperar pela “permissão” do outro para curtirmos os nossos corpos não é poder. Você não precisa da aprovação de uma ~comissão julgadora~. Evidente que não precisa trocar seu avatar pra sempre por uma foto de sutiã só para provar que é livre. Mas você precisa se sentir à vontade para fazer isso quando quiser, mesmo que a foto ou a sua nudez seja apenas para os olhos de poucos.

Quando estiver nas suas mãos o direito de decidir a respeito, você será livre. E eu não vejo a hora disso acontecer.

(talvez você goste desse post aqui.)

 

PinExt Porque sou contra o lingerie day

Compartilhe!
  • more Porque sou contra o lingerie day

35 Comentários »

  1. Laura July 26, 2012 at 05:14 - Reply

    Parabéns pelo texto!
    Concordo com você :)

  2. Gabi July 26, 2012 at 08:15 - Reply

    No início, nem conseguia imaginar o motivo de você ser contra. Mas agora que li, percebi que seu ponto é muito interessante, e me deu algo em que pensar para formar uma (nova) opinião! =)

  3. Yuri Blanco July 26, 2012 at 11:38 - Reply

    Eu também queria acreditar que somos livres!

  4. AninhaO July 26, 2012 at 08:47 - Reply

    Impressionante como vc escreve textos ótimos no meio da noite e em pouquíssimo tempo. Concordo plenamente com o texto. Beijo!

  5. Rafael Fox July 26, 2012 at 09:03 - Reply

    Poxa Nádia, você me deixou na dúvida agora. :/

    (eu era a favor antes de ler seu texto)

    Vou pensar mais a respeit.

  6. Layana July 26, 2012 at 09:49 - Reply

    Concordo totalmente também, a frase “se vc tem um único dia pra ser “livre” – e esse dia foi estipulado por alguém que vc nem conhece – vc está sendo manipulado.” Deveria ser colocada num outdoor.

  7. Sérgio Barra July 26, 2012 at 12:53 - Reply

    Palmas. Sem mais…

  8. Alda July 26, 2012 at 10:29 - Reply

    Entendi perfeitamente seu ponto de vista e partilho dele!
    bjos

  9. Dea Mmotta July 26, 2012 at 13:44 - Reply

    Parabéns, faço minhas as tuas palavras se me permite.

  10. Leona July 26, 2012 at 11:06 - Reply

    Parabéns Lê! Excelente texto!

  11. Fabielle Santos July 26, 2012 at 14:51 - Reply

    Nao vou mentir q acho linda mtas das fotos. Adimiro mesmo, adoro ficar olhando. Claro q os pensadores do dia tem a malicia e nao o fizeram pelos motivos mais justos, mas e bom d ver. Concordo c td q foi dito e acho uma pena e td seja a mais pura verdade.

  12. Fernando Galvão July 26, 2012 at 14:55 - Reply

    Falou e disse…

  13. Vivien de Lima July 26, 2012 at 15:41 - Reply

    Agora q li o seu texto percebi q no final das contas o lingerie day eh a msm coisa q o carnaval: dia(s) em q se pode fazer coisas q outros dia n se faria pq eh errado…

  14. Rê_Ayla July 26, 2012 at 14:39 - Reply

    Só posso aplaudir o texto… sem mais.

  15. Thiago Fernandes July 26, 2012 at 19:12 - Reply

    Concordo que ainda falta muito para vivermos num ambiente de respeito à liberdade e aos direitos individuais dos outros. Chegar lá é um processo árduo e demorado e ainda estamos engatinhando. Mas penso que iniciativas como o lingerie day são uma parte importante dele.

    A maior parte das pessoas precisa de respaldo social para assumir posturas em que no fundo acreditam, mas que se sentem compelidas a negar por considerar que seriam condenadas moralmente em outro contexto. Ver um monte de outras pessoas agir de uma mesma forma dá segurança para que tenham a coragem de assumir suas verdadeiras vontades e a partir daí levar essa atitude para o dia a dia, para suas vidas. Não é fácil, nem rápido, mas certamente necessário.

    Além disso, o lingerie day tem o positivíssimo efeito de provocar esse tipo de debate, em que se discute questões como a que você levantou no post e tantas outras que temos visto por aí ultimamente. Por si só, esse já é um grande motivo para celebrar esse dia em que a internet brasileira fica tão mais florida :)

    • Letícia F. July 26, 2012 at 17:48 - Reply

      Você sabe que seu comentário foi de um sexismo incrível, né?

  16. Ednez Gomes July 26, 2012 at 17:10 - Reply

    Nada além de perfeito! Parabéns!

  17. Paula Mattos July 26, 2012 at 21:42 - Reply

    Esse texto diz muito do que penso também…

    Ah, e as fotos do Pinterest estão lindas. Algumas mais que isso…

  18. Luísa July 26, 2012 at 19:03 - Reply

    Parabéns pelo texto!
    Concordo com absolutamente tudo.

  19. Taty July 26, 2012 at 20:46 - Reply

    Será que só eu não sei o que é esse lingerie day??? O.o

  20. Taty July 26, 2012 at 21:03 - Reply

    Procurei no Google e vi que é “tradição” no twiter colocar foto de lingerie em determinado dia.
    É isso mesmo??
    Em minha opinião é um dia onde os homens enxergam nós mulheres mais como um pedaço de carne exposto na vitrine do que ser humano…
    Concordo 100% com seu texto!!!

  21. Anamaria Novaes Esmanhotto July 27, 2012 at 00:59 - Reply

    Sensacional, Letícia! Concordo sem tirar uma palavra. Parabéns!

    • Barb Felix July 27, 2012 at 01:07 - Reply

      interessante colocação

  22. Natália Lima July 26, 2012 at 22:40 - Reply

    Nossa, sério mesmo isso?! chega a ser contraditório o que você diz. Nunca participei do lingerie day mas tambem nunca fui de achar que é algo tão ruim como voce mostrou no texto.
    Primeiro: A maioria das meninas que postam fotos, sejam gordas, negras, magras, lindas ou feias tem segurança (claro, nem todas, mas somos grandinho e sabemos que generalizar é algo que não dá) para fazer isso, sigo algumas e elas não precisam de UM dia para mostrar que são bonitas de lingerie.
    Sempre vai ter a maria vai com as outras que depois de ver todo mundo postando foto, vai tirar a sua pra fazer parte disso, mas tambem tem aquelas que tem confiança de quem são e fazem por que gostam.
    Agora só por que não é movimento feminista não pode tirar a roupa?! todo mundo acha lindo na SlutWalk “nossa como ela tem atitude de fazer isso” “nuas mas cobertas de razão” agora só pq a maioria das meninas do lingerie day não é da panelinha é feio?! não pode?!
    Elas SABEM que podem fazer isso a qlqr hora, qualquer dia, se foi ontem, hoje ou amanhã.

    • Letícia F. July 26, 2012 at 22:45 - Reply

      Coelhinho da Páscoa, que trazes pra mim?
      Um ovo, dois ovos, três ovos assim.
      Coelhinho da Páscoa, que cor eles têm?
      Lá lá lá

    • Letícia F. July 26, 2012 at 22:45 - Reply

      Coelhinho da Páscoa, que trazes pra mim?
      Um ovo, dois ovos, três ovos assim.
      Coelhinho da Páscoa, que cor eles têm?
      Lá lá lá

    • Mariana July 27, 2012 at 12:37 - Reply

      Ela leu o texto?? ¬¬

  23. Morgana Fachim Ingles July 27, 2012 at 11:01 - Reply

    Clap, clap, clap!
    O que mais me irrita nessa história toda: os babacas que defendem ferrenhamente o lingerieday são os mesmos que falaram mal the Marcha das Vadias, ou seja, mostrar o corpo para protestar contra a violência não pode, mas mostrar o corpo para o deleite de um bando de punheteiros pode. Cadê a coerência?

  24. Bia July 27, 2012 at 14:04 - Reply

    O problema de qualquer “manifestação” é que cada um interpreta como quer, daí já viu…

  25. Ana Lu July 27, 2012 at 18:59 - Reply

    Uma vez,li que alguma menina reclamou só terem fotos de mulheres no lingerie day.Cadê os meninos??Aí vieram com o papo de “Quem vai querer ver um monte de nerd peludo e barrigudo de cueca?” Pô,eu queria!!!rs Democratização do lingerie day!! rs

    Mas falando sério,Lê,muito bom seu texto.Também fico me questionando se isso é ser livre,ficar competindo pra ver quem é a mais gostosa da net e achar que é dona do seu nariz é no mínimo tolice.

  26. Amanda July 27, 2012 at 19:05 - Reply

    totalmente verdade, se uma dessas garotas daqui dois meses do nada colocarem uma unica foto de lingerie sem dar explicaçoes, provavelmente ela excluiria o twitter em seguida….
    Letícia, tem uma materia na VEJA de 25 de julho com a sociologa Catherine Hakim, ela prega o feminismo europeu, onde as mulheres devem usar sua “beleza” e se aproveitar dos homens, gostaria de saber sua opniao sobre a materia se possivel, achei interessante. Beijos!

    • Letícia F. July 29, 2012 at 15:30 - Reply

      Amanda, você tem o link da reportagem?

  27. André. July 28, 2012 at 19:19 - Reply

    Belíssimo texto e argumento, Letícia. Mostrou que se trata, a bem da verdade, de uma “liberdade vigiada” e controladíssima, isto é, trata-se mais de uma forma de exercício de poder sobre os corpos do que de sua efetiva libertação. No limite, o lingerie day joga mais água no moinho da hipocrisia. Parabéns!

  28. BA MORETTI July 29, 2012 at 17:08 - Reply

    Concordo totalmente.
    É só ceder uma quase-liberdade para todos acharem que de fato são livres. Tão ingênuos…

  29. Paula Renata Borges August 1, 2012 at 15:09 - Reply

    Sério, você colocou em palavras muito coerentes tudo que eu penso sobre o assunto.

Comente »