Cortando laços

Letícia F. July 24, 2012 81
Cortando laços

Sei que há tempos escrevo posts meio frios, sem emoção. Provavelmente porque minha vida estava exatamente assim – eu me encontrava no meio do caminho entre a escuridão completa da depressão e a felicidade que, sim, viria.

E em breve vocês leriam textos fofos, empolgados, transbordando amor. Até que a vida dá a famosa rasteira. Me agarrou pelo pé e me fez regredir muito.

Um telefonema da pessoa até então mais importante da minha vida fez todo o trabalho. Entre outras agressões quase sutis, a que me fez desistir: ela me disse que eu inventei a minha tentativa de suicídio. Ela estava lá. Ela me viu desmaiando. Ela me viu dormindo durante dias.

Ela me viu antes, abrindo mão de entrega de trabalho de conclusão de curso, comendo praticamente forçada, tomando banho só por respeito ao resto do mundo. Ela me viu chorando. Ela me viu calada durante horas (e quem me conhece sabe que sou uma matraca).

Ela, mais do que ninguém, sabe que nunca fui de tentar chamar a atenção, de colocar minha vida em risco ou de não enfrentar a vida de frente.

Mesmo assim, ela disse.

Fiquei tão estupefata e tão machucada que sequer respondi. Era demais pra mim, como foi demais pra mim o segundo telefonema que recebi ontem à tarde. Eu passei um ótimo fim de semana com pessoas que eu amo. Fui ao cinema, comi coisas gostosas. A companhia dos meus amigos até fez com que aquela frase de sexta-feira ficasse quase esquecida.

Ela fez questão de lembrar. De repente, com voz dura e decidida, despejou as regras sobre a minha vida. E ela pode. Qualquer coca cola que eu compro é com o dinheiro dela.

“É assim que nossa relação vai ser agora?”, perguntei.

“É.” E desligou o telefone.

Eu, aqui, senti minha vida desmoronando sobre a minha cabeça, ao mesmo tempo em que o chão abria um rombo. Infelizmente, falo de metáforas. Nada disso aconteceu de fato e, depois do susto, comecei a ter que encarar o fato de que estou sozinha.

Completamente sozinha.

E sem dinheiro.

Não menosprezo o dinheiro porque, hello, vivemos no mundo em que vivemos. Mas eu sei que sou capaz de criar novas alternativas de me sustentar. Posso mudar de novo de profissão, ir viver num lugar mais barato… há alternativas, ainda que elas resultem numa mudança crucial de vida que talvez me faça degringolar de novo.

Mas o que dói, mesmo, é perder o único laço que eu ainda trazia da minha vida anterior. A pessoa em quem confiava acima de todas as coisas. A que era – só – tudo pra mim.

Depois disso fiquei pensando se a errada da história toda não sou eu. Perdi grande parte dos meus amigos, minha família inteira, um ex namorado que dizia me amar.

E aí estou aqui, sozinha, magoada, com o coração doendo. Eu não sei pra onde ir. Não tenho emprego, não tenho casa, não tenho dinheiro no banco.

Tô aqui, on my own, sem saber o que fazer, pra onde ir. Tenho medo de não ter forças. De novo.

Antes pelo menos eu tinha onde procurar abrigo. Agora não mais. Eu só me pergunto: o que será de mim?

Compartilhe!
  • more Cortando laços


Fatal error: Uncaught CurlException: 60: SSL certificate problem, verify that the CA cert is OK. Details: error:14090086:SSL routines:SSL3_GET_SERVER_CERTIFICATE:certificate verify failed thrown in D:\web\localuser\cemmaisum\www\wordpress\wp-content\plugins\seo-facebook-comments\facebook\base_facebook.php on line 825