Cis, trans, hetero, homo, bi, o que for: todos nós temos questões sexuais

Letícia F. June 29, 2012 115
Cis, trans, hetero, homo, bi, o que for: todos nós temos questões sexuais

De vez em quando recebo críticas sobre escrever textos cissexistas. Acho injusto, bem injusto.

A reclamação é de que eu escrevo como se todo homem tivesse pênis e toda mulher tivesse buceta. E há mulheres trans com pau, por exemplo. Eu realmente gostaria de saber qual caminho tomar, mas não vejo como incluir num texto todas as possibilidades de gênero/orientação/preferências. Não tem como. Mesmo.

Até porque essas não seriam listas exaustivas, como mostra essa reportagem da Cynara Menezes na Carta Capital. Nada do que eu diga conseguirá englobar todo mundo, sem deixar ninguém de fora. Nunca. É impossível.

Agora imaginem como seriam os posts se eu tentasse incluir todas as possibilidades. Eu atrairia a ira de alguns, por tê-los deixado de fora. E o texto sofreria com interrupções a todo momento, para explicar que nem todo homem tem pau e nem sempre a penetração pau-dentro-da-buceta é o padrão.

Mas eu acho que já faço muito ao mostrar que não existe padrão no que se refere a sexo. Gritem, esperneiem, mas vocês não vão conseguir tirar da minha cabeça que sim, eu saio da curva.

Não faço listinha de como se dar bem, mostro que há diversidade em orientações e gênero, indico textos e outras obras que deem informações bacanas a respeito.

No entanto, eu não posso menosprezar quem é cis e hetero, como eu. Sou uma mulher com buceta (portanto, cis) e gosto de meninos. E é essa a minha área de expertise, pois é o que eu vivo há 32 anos.

Eu posso dar a dica, como fiz ontem na twitcam, sobre como usar a camisinha feminina porque eu sou cis. Porque eu tenho uma buceta. Porque eu fui lá, usei, escrevi a respeito.

Há um ano e meio eu escrevo s0bre sexo. De cis e hetero, com leves (bem leves) pitadas de homo/bi. Eu sei que há muuuuuuuuuito mais para se falar a respeito.

No entanto, eu não tenho tempo pra isso. Sinceramente gasto muito mais tempo com o Cem +1 do que eu poderia. Agora, que estou melhor de saúde, preciso procurar trabalho formal porque a Eletropaulo não aceita pagamento com posts ou seguidores no Twitter.

E, com isso, meu tempo para me dedicar ao site (seja escrevendo, seja lendo sobre assuntos que interessam aos leitores, seja interagindo nas redes sociais e e-mails) vai ficar ainda menor.

Mesmo que eu vivesse às custas do Cem +1, ainda assim eu não conseguiria dar conta sozinha de tudo o que se produz e já se produziu acerca da sexualidade. Eu tento me informar, acompanho uma série de blogs e tumblrs brasileiros e gringos que falam sobre o assunto, mas não dou conta.

Por isso, eu escolhi escrever sobre cis e hetero. Eu sei que para quem é trans a vida do cis parece mole. Mas não é. O sexo é encoberto de vários e vários e vários preconceitos pra todo mundo. Recebo emails com dúvidas totalmente bobas (para mim), mas sei que pra aquela pessoa a dúvida a atormenta e faz a vida sexual dela ser conturbada.

Estamos em 2012 e ainda estamos tentando entender como funciona o orgasmo, por exemplo. Se o Ponto G existe! Eu não posso virar as costas pras questões de quem é cis. Há muuuuuuuuita coisa a ser estudada/dita/compartilhada.

Se você acha que tem algo a dizer para os leitores do Cem +1 e não vê suas questões contempladas aqui (porque é trans, porque é bi, porque é homo), o meu email está sempre aberto a contribuições.

Já cheguei a convidar algumas pessoas para escrever no site, mas elas não puderam aceitar porque, ora vejam só, elas têm uma vida e não podem se dedicar a um projeto não remunerado.

Mas eu me dedico, porque tenho suporte financeiro da minha mãe. O que não vai durar pra sempre, óbvio, pois eu não quero me manter nessa situação.

Então, em vez de criticar, de dar piti no Twitter, de me xingar nos grupos, que tal me apoiar no trabalho que eu já faço, que é o de tentar desmistificar o sexo para o público cis e hetero?

Eu sou aberta, bem aberta. Meu pinterest é recheado de coisas que questionam a nossa ideia cultural de gênero. Fiz questão de incluir “outro” ao lado de “homem” e “mulher” na pesquisa feita no Cem Homens. Mas, ainda que eu reconheça essas questões de gênero e seja muito interessada no tema, eu não tenho embasamento técnico para escrever a respeito.

Assim, eu vos pergunto: que tal trazer para o site essas discussões de trans que você conhece muito mais do que eu?

Ah, mas é mais fácil jogar pedra em quem está tentando fazer um trabalho bacana, né? A escolha é de cada um. Eu já fiz a minha.

Atualização em 30 de junho de 2012: em razão das críticas a este post, escrevi um outro, explicando ~academicamente~ o meu posicionamento.

PinExt Cis, trans, hetero, homo, bi, o que for: todos nós temos questões sexuais

Compartilhe!
  • more Cis, trans, hetero, homo, bi, o que for: todos nós temos questões sexuais


Fatal error: Uncaught CurlException: 60: SSL certificate problem, verify that the CA cert is OK. Details: error:14090086:SSL routines:SSL3_GET_SERVER_CERTIFICATE:certificate verify failed thrown in D:\web\localuser\cemmaisum\www\wordpress\wp-content\plugins\seo-facebook-comments\facebook\base_facebook.php on line 825