Casual ou masturbação acompanhada?

Letícia F. July 12, 2012 67
Casual ou masturbação acompanhada?

Post publicado originalmente no Cem Homens em 25 de agosto de 2011.

Na entrevista ao IG eu disse que as mulheres, em geral, eram muito mal comidas e tratadas apenas como um buraco. Eu não estava me referindo apenas à minha experiência. Falo pelas minhas amigas, pelas conversas que entreouço por aí, pelos relatos aqui no blog.

As pessoas tendem a acreditar que esse tipo de coisa acontece só no sexo casual, mas não é uma verdade. Quantos casais vocês conhecem (ou até já fizeram parte de um assim) em que o sexo é mera burocracia, e isso quando ele acontece? Ser mal comida não é exclusividade nem de solteiras e nem de comprometidas.

O que falta em alguns é a real vontade de transar. Costumo dizer que as pessoas gostam muito de duas coisas no sexo: de orgasmo e de FALAR sobre o assunto. Transar, que é bom, necas. Porque sexo pode ser grudento, fedido, desconfortável, sujo, cansativo. Quem nunca ficou com o maxilar dormente, o pulso dolorido e os joelhos ralados?

Mas quem não guarda um momentinho para pensar realmente sobre o assunto fica repetindo por aí que as coisas dão errado para “rodadas” como eu justamente porque… eu sou rodada. Foi o que ficou claro no e-mail que recebi hoje. Uma nova leitora (e, pela minha resposta, “ex-leitora”) mandou a minha frase [da entrevista] sobre mulheres mal comidas para o marido. Ele respondeu o seguinte:

Olhe por outra ótica,… É PRECISO “ESTOMAGO” PARA “MELAR” E MOSTRAR ALTOS “SENTIMENTOS” E DESEMPENHOS POR UMA PESSOA QUE VC NUNCA VIU OU NÃO CONHECE DIREITO, (aparencia e conceito ou pré-conceito) e ainda por cima desconfiando de que é “periguete de carteirinha”, sim, pois ela deve dar bandeira de “cançada de guerra” já que fez isso tudo que diz fazer e ter feito  icon smile Casual ou masturbação acompanhada?   Mesmo pela ótica masculina não rola altos desempenhos amorosos e de empenho lascivo e atenção amorosa,… amores melosos são para as “esposinhas” e “namoradinhas” para a maioria isso É LEI,… senão,… TEM QUE SER MUUUUUUITO GOSTOSA, TER UMA MEEEEEEEEEGA APARENCIA e inspirar tranquilidade e equilíbrio, do contrário é aventura,… “- Trata de qualquer maneira, foda-se, é puta!!”.

Lembre-se do aspecto “maternal” do sexo na psiquê do homem, o toque, o abraço, o aconchego, a tranquilidade, O NINHO, é por isso que agente se apaixona e traz mundos e fundos e “desempenhos eróticos lascivos” pra relação.

E mais:

Uma velha máxima que todo homem aprende com os mais velhos quando “criança” é: “-Não lamba buceta de puta, nem trata com muito carinho, viu meu “filho”(ou irmão, primo, amigo, etc…) elas são perigosas, gostosas, mas perigosas.” (Sabedoria popular universal)

Nem preciso dizer quão ridícula é essa divisão do mundo entre “putas” e “santas”, né? Piores ainda são as consequências desses rótulos, como visto na mensagem acima. Se a mulher não serve para você, meu caro, não transe com ela. Ela não é um buraco. Ela é um SER HUMANO, com desejos e possibilidades infindáveis de prazer.

Já tive homens rodadíssimos na minha cama. Já tive virgens na minha cama. Quase todos eles sabiam que eu não era uma santa (ao contrário do que as pessoas pensam, eu não dou “bandeira de cançada (sic) de guerra”). A experiência conta, sim, e ajuda muito. Mas não é sinal de que tudo vai correr bem. O que te faz bom ou ruim de cama é o desejo de dar prazer, seja para uma “puta”, seja para a sua esposa. 

Se você não está disposto a isso, você quer se masturbar – e utilizar uma buceta (ou outros orifícios) – para chegar ao orgasmo. Você não quer sexo. Você é tão egoísta que só pensa no próprio gozo. Conselho? Renove o estoque de papel toalha, ligue o Porntube e seja feliz.

PinExt Casual ou masturbação acompanhada?

Compartilhe!
  • more Casual ou masturbação acompanhada?

67 Comentários »

  1. robcampos.br@gmail.com August 25, 2011 at 15:58 - Reply

    Num casamento, sofremos com transas extremamente burocráticas, naquelas : "essa semana não rolou nada". Tudo piora qdo as crianças demoram para dormir, e nós cansados do trabalho e já com o sono chegando, insistimos em tentar algo, mesmo não estando o clima tão prazeroso. Vou dizer, nesses casos, é melhor deixar para lá. Ontem estavamos num clima legal, estavamos há uns 10 dias sem nada ( uma gripe e muito trabalho nos fez atrasar ), e transamos maravilhosamente, foi ótimo, muito carinho, muito tesão, sem pressa. Como já te disse, ultimamente para mim, quantidade nem sempre é qualidade .

  2. Anonymous August 25, 2011 at 16:03 - Reply

    Santa Ignorância! Fico imaginando um casal assim na cama: Tédio total!

  3. Anonymous August 25, 2011 at 16:04 - Reply

    Vou contar vantagem: eu chupo todo mundo!
    Só fico decepcionado quando a pessoa fica com nojo… (dá pra entender isso?)
    PS: eu te contei isso por e-mail essa semana.

  4. Fabi August 25, 2011 at 16:12 - Reply

    Conincidencia enorme deste post c/ a minha realidade, nao q minha vida sexual esteja ruim ao extremo, mas percebo q falta extamente esta vontade d dar prazer e de trazar gostoso por parte do meu noivo, esta conversando sobre isso ontem com uma amiga e o pior e q nao chegamos a conclusao nenhuma, pois eu o amo e ja falei e fiz d td p/ q o negocio mude porem nd. Entendo q nao e por mal e sim pelo simples jeito dele nao encarar o sexo como algo tao importante assim. sei lá. Ando confusa c/ essa questao

  5. Anonymous August 25, 2011 at 16:13 - Reply

    é por esses pensamentos, iguais a esse rapaz, que muitas coisas não funcionam, só sabem pre-julgar, pré avaliar… para com isso !!!! e mulher mal comida, é isso mesmo que dá, tem mau marido aahha

  6. Claudiane August 25, 2011 at 16:21 - Reply

    Se gostar de dar e receber prazer, adorar sexo, seja casual ou não, se adoraaaaaaaar chupar for uma puta, prazer colega, tbm sou uma … Estes homens são é recalcados, isso sim … Beijos Leticia!!

  7. Vitão August 25, 2011 at 16:25 - Reply

    Nem todos os homens são assim…dá pra generalizar? talvez tanto quanto dê pra fazer a divisão "santas" e "putas", pois tem muita santa-puta e puta-santa por aí!

  8. Manu August 25, 2011 at 16:30 - Reply

    Affe! Não vou xingar o rapaz, porque não o conheço. Mas chega de machismo nesse mundo!
    Se formos no mesmo pensamento que ele, os homens são só um pau pra usar de vez em quando, não servem pra mais nada. Porque a mulher é multifuncional, já os homens…
    O que mais me revolta é esse tipo de pensamento, que mulher que gosta de aproveitar o que pode e é completamente satisfeita é "puta", e a que nunca deu e não sabe o que é um orgasmo é a "santa" mesmo sendo NADA realizada.
    Somos seres humanos, e não um monte de buraco para os homens gozarem. Egoísmo e machismo em pensamentos como esse é que fazem de muitas pessoas (não só mulheres) infelizes em relacionamentos e na vida. Nunca dá certo.

    E adorei o seu post!
    Parabéns pela coragem, pela sinceridade e pela iniciativa de não se abalar!
    Beijos…

  9. OLocoMeu August 25, 2011 at 16:34 - Reply

    Pois é, não importa nada, se fez pouco ou muito sexo, solteira ou casada, homo ou hetero, o importante é ter vontade de transar, de dar e receber prazer, essa é a graça de verdade!

  10. Morenaa. August 25, 2011 at 16:49 - Reply

    Esse aí pelo jeito não conhece sexo muito bem não! Quanta ignorância e arrogância em uma pessoas só. É de penar.

  11. ARI August 25, 2011 at 16:57 - Reply

    Assino abaixo desse post e te parabenizo por ter escrito. Mulher é mulher e isso basta! Rotular pessoas como se fossem coisas, objetos é desumano e quem o faz mostra-se cruel. Todo palavrão é preconceituoso, por isso não curto palavrões, não é por causa da falsa moral burguesa, onde fomos educados. Com a chegada do novo milênio, quem nasceu no século passado(XX); precisa refazer seus conceitos sobre tudo,mas principalmente sobre as relações homem-mulher,homem-homem, mulher-mulher e todas que forem possíveis. A mulher conquistou seu espaço na sociedade machista; embora muito tenha para ser conquistado ainda, infelizmente o machismo, o preconceito e a falsa moral cristã-ocidental burguesa,ainda tem fortes raízes e galhos em nosso meio. Mulher vai muito além de uma vagina, mulher no sentido amplo é companheira , parceira e tudo o mais que os dois ou mais se permitirem. E o homem que não se libertar desse câncer cultural irá ser infeliz, fazendo mulheres infelizes com as quais se envolver. O mundo muda, tudo muda!! Macho,fêmea,homossexuais e todos devem refletir e adaptar-se a igualdade de direitos, inclusive o do prazer, do orgasmo,e de ter outros parceiros ou parceiras. Devemos reaprender a ser humanos e portanto com tolerãncia e aceitação até do que nós não somos praticantes.Sexo é escolha. se alguém escolhe um tipo de prática e é feliz com a mesma, ninguém deve rotular ou ser contra,pois a finalidade do sexo é muito mais! Falei!!!

  12. Cris August 25, 2011 at 17:05 - Reply

    Minha relação com meu ex noivo era exatamente assim! Meter pra dizer que meteu! Pra ele dar aquela gozada e parar de me encomodar! Era triste quando no sabado a noite acabava a novela e eu sabia que aquela seria a hora! Quando eu conseguia fingia dormir!
    Pode? Quando lembro disso me dá até um ruim!!! Como chegamos a esse ponto ne?
    Hoje em dia… Uiiii uiii uiii não vejo a hora de ver ele e fazer aquele sexo de 2horas! aquela coisa gostosa! e não somente uma vez… é até não aguentar mais!

    Sabe o melhor? faltam 15min pra rolar aqueeela pegação! ja estou contando os minutos!

  13. Jaque August 25, 2011 at 17:10 - Reply

    É, as pessoas tem mto que aprender sobre o sexo. E é vc Leticia, que está dando a cara pra bater, para quem sabe um dia o sexo seja encarada com PRAZER e naturalidade.
    Estou aqui comentando, deixando meu apoio e sendo uma leitora fiel, na esperança que esse seu blog FAÇA A DIFERENÇA e vença o preconceito, deste povo ignorante.

  14. Maurilio Mesquita August 25, 2011 at 17:12 - Reply

    Para mim, essa história de aspecto maternal soa Edipiano demais. Ou de "vou ditar um texto para minha mulher escrever e ela achar que eu a amo demais e não tenho nenhuma outra. otária.". Qualquer uma das opções deve esconder um sexo muito do mais ou menos (tendendo para o menos).

    O relato desse marido só me faz pensar que que o "fenômeno" de se dar prazer à mulher parecer ser algo recente, cheio de "regras" para segregar as mulheres que o merecem ou não. É preciso que um homem se sinta muito superior a uma mulher para que ele fique julgando qual merece receber prazer dele (as "santas"), mas claaaaro, sem nunca deixar de comê-la (mesmo que "putas"), pois ainda assim elas TEM de conhecê-lo (biblicamente falando).

    Só faltou mesmo nesse texto o preconceito fisiológico velado. Se um homem malha o braço na academia, ele passa a ficar rígido, forte, jovem… Até chega a brilhar quando sai em fotos, algo que mostra saúde. Agora se a mulher faz muito sexo casual, obviamente tem "buceta caída", ou o já clássico dos xingamentos contra a Letícia, "couve flor".

    PS: "Uma velha máxima que todo homem aprende com os mais velhos quando "criança" é." Eita, que criação de merda essa, não?

  15. Luana August 25, 2011 at 17:21 - Reply

    ai que homem ridículo –' se ele acha que a mulher e ''puta'' porque ta na cama com ela? se ele se acha tão booom assim(na verdade deve ser um idiota e muuuuito ruim de cama) pra ela deveria procurar outra e não usar as pessoas –' pena que exista homens tão ridículos a esse ponto!

  16. Marcos August 25, 2011 at 17:35 - Reply

    Concordo com o comentário acima, nãos nos jogue no mesmo saco e nos misture, já transei com putas extremamente mas "humana" do que namoradas que tive.

    ps* aguardo retorno do email

  17. Anonymous August 25, 2011 at 17:35 - Reply

    Não entendo esses critérios, há homens, não digo todos, que pensam exatamente assim e o pior não é isso, o pior mesmo são mulheres pensarem assim, que a raça feminina é dividida nas putas e nas santas, as santas se casam com homens de bem e que não comem as putas, nunca, nem as procura, nunquinha, faça-me o favor né.
    Liberdade sexual não é facil de se conquistar, não é facil de aceitar e de vive-la, e quando se tem é taxada de puta, facil, rodada e por ai vai. Incrivel a capacidade de certas pessoas de não entenderem uma linha, uma virgula que seja.

    E em relação a essa leitora mandar isso para o marido e depois te mandar, so posso ter pena, porque essa sim deve ser muito da mal comida.
    Prontofalei.

    Beijos Lindeza
    Noh

  18. Gatinha August 25, 2011 at 17:38 - Reply

    Afe, o que dizer para um cara que escreve cançada????????

  19. Anonymous August 25, 2011 at 17:43 - Reply

    Não sei pq as pessoas fazem tanto reboliço, cada um faz o quer com sua vida, perder tempo em agredir só pode ser por INVEJA. Sinceramente, não teria coragem de ser como você, mas acho válido se te faz feliz e adorei lhe conhecer.
    O mundo é muito machista e pior, é machista por parte das mulheres.

  20. August 25, 2011 at 17:44 - Reply

    Tenho 4 anos de casada e é como se estivéssemos há 20 juntos. Já pensei até em me separar. Na verdade, estou confusa. Não sei o que pensar. Fico analisando e vejo que isso parece ser o "destino" das relações estáveis. Por mais que a gente leia "evite a todo custo a rotina", vejo hoje que isso é praticamente impraticável diante das dificuldades diárias, como estresse no trabalho, falta de dinheiro (essa é a pior situação), criação de filhos, etc.
    Espero que eu esteja errada, sinceramente.

    Tem um texto muito legal do sempre interessante Ivan Martins, da Época. Vale a pena conferir:

    http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI258076-15230,00-ELE+NAO+QUER+TRANSAR.html

  21. Nando August 25, 2011 at 17:46 - Reply

    Caramba. Quando eu penso que já apareceu de tudo na sua caixa de e-mail Lê, me surpreendo com mais uma pérola… sempre maior que a outra…

    Este ser da raça humana do gênero masculino me envergonha.

    Mulheres, a mudança disto está nas mãos de vocês: DÊEM UM PÉ NA BUNDA DESTES CARAS IDIOTAS!!!
    Este é um ótimo exemplar de troglodita. Pra não chamar de filhodaputa. Ele não gosta de mulher, gosta de futebol, cerveja e ficar cantando as mulheres nas ruas às escondidas, lambendo com a testa e chamando de puta porque não dão bola pra ele.

    Todos devem ser tratados com respeito. Seja homem, mulher, hetero, homo, idoso, jovem, branco, negro, etc… Se quisermos viver em um ambiente mais feliz, saudável e harmônico, devemos nos respeitar começando pela liberdade de deixar o outro fazer o que bem entender de sua própria vida. PARAR DE JULGAR seria um plus, mas é pedir demais né!?

    QUE PORRA DE MUNDO ESTAMOS CRIANDO!!!
    #desabafo

    Nando

  22. Madger August 25, 2011 at 17:52 - Reply

    Sempre procurei não tratar a pessoa como um buraco, seja ela quem fosse, rodada ou não. Talvez essa tenha sido uma das coisas mais legais que aprendi com uma ex namorada, já que todas as vezes em que eu queria transar e ela não, eu acabava insistindo e enchendo o saco. Ela me soltava a frase "eu não sou um pedaço de carne com um buraco", acabei aprendendo e não mais forçar a barra quando apenas eu queria gozar, aprendi a respeitar essa vontade. Com minha atual namorada rola de as vezes eu estar afim e ela não e vice versa e os dois se respeitarem quando um não tá afim. Sobre ser as mulheres serem mal comidas ou não, simplesmente não posso falar nada, não é a coisa mais difícil do mundo fingir um orgasmo, não é a coisa mais difícil do mundo dizer "nossa você mete pra caralho, melhor trepada da minha vida", dentre tantas outras coisas.

  23. OpusDei August 25, 2011 at 17:52 - Reply

    A cada dia que eu vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.
    Faço das palavras do poeta as minhas para a mocinha aí, parabéns.

  24. Rê_Ayla August 25, 2011 at 17:57 - Reply

    Depois os homens que pensam assim e os que tratam as mulheres apenas como buracos não sabem pq um que se preocupa em dar prazer vem antes na lista de preferências…rs… Pq né, pra ficar com um cara ridículo desses, prefiro meu vibrador.

  25. alebts August 25, 2011 at 17:59 - Reply

    Letícia, interessante a liberdade com que fala da sua sexualidade e a procura por satisfação. Mas, paira uma dúvida deste visitante: Essa liberdade, des-encanação, com o sexo parece-me revelar uma enorme encanação, uma prisão sexual, pois se deseja buscar em 100 homens experiência, é possível que não tenha encontrado um que REALMENTE valha a pena. Eu não desejo nem mesmo 1 bilhão de mulheres, por que a minha é TUDO, as demais encontrão, ou não, um homem que lhe seja TUDO…

  26. Letícia August 25, 2011 at 18:05 - Reply

    Não, querido. É que eu gosto de variedade, mesmo. Já muito bem comida, sim.

    Beijo

  27. Azrael August 25, 2011 at 18:09 - Reply

    Dois trechos:

    "as pessoas gostam muito de duas coisas no sexo: de orgasmo e de FALAR sobre o assunto. Transar, que é bom, necas." —> É muito fácil pagar de mulher moderna e bem resolvida, que nao tem tabus e é muito bem resolvida com sua vida sexual. só pq leu algumas colunas na capricho acha que é a grande amante que todo homem sonha e na hora H age como uma "virgenzinha"

    Porque sexo pode ser grudento, fedido, desconfortável, sujo, cansativo. –> É justamente isso que dá "tempero" e deixa o sexo gostoso, é a QUIMICA e qual processo quimico é bonitinho, asseado e cheiroso? quer uma coisa limpinha, compre uma boneca inflável e jogue bom ar nela

  28. raphaelrbueno@hotmail.com August 25, 2011 at 18:10 - Reply

    O problema é que também existem mulheres que não deixam o homem "trabalhar" mais na hora do sexo. O que adiante ter boa vontade quando a mulher só quer que a transa acabe logo? O problema não está só nos homens, pense nisso…

  29. Pri August 25, 2011 at 18:22 - Reply

    Sera que uma dia isso muda? Ainda nao conheci uma cultura onde a mulher pode dar pra quem quiser sem serem julgada. Sera que existe um cantinho nesse mundo onde temos o respeito que merecemos. Deus nao nos deu um clit so ficar de enfeite…..

    Existem historias de prostitutas afegas que so fazem sexo anal com os soltados americanos, pq elas precisam se preservar e casarem "virgens" pode?

    Qdo tudo isso vai mudar?

  30. Anonymous August 25, 2011 at 18:54 - Reply

    Acorda, mulher! Sempre vai haver a distinção entre putas e santas, ainda que exija a anuência de meios termos. Vc só tem essa relativa popularidade porque atiça a curiosidade sobre o grupo das primeiras. No resto, é puro disfarce de todo mundo, as moçoilas que comentam que fingem liberdade sexual extrema, e os homens que dizem "ohh ié gata, tu é quente demais". E até com vc Letícia. Só o seu travesseiro sabe a verdade. Voltar para casa e não ter ninguém. Mais de 30 anos…a grande solidão da idade à porta…

  31. Letícia August 25, 2011 at 18:56 - Reply

    Anônimo, esses clichês estavam em promoção ou foram de graça, mesmo?

  32. Luciana August 25, 2011 at 18:58 - Reply

    Letícia,
    Acho engraçado esse povo que diz que só transa com uma mesma pessoa sempre e critica os outros por naõ ter o mesmmo gosto. Alguém já ouviu falar em um ditado ótimo: "Gosto é que nem bunda, cada um tem a sua"?!
    Isso parece coisa de gente insatisfeita com sua escolha. Que coisa! Pq esse povo ao invez de de preocupar com as opiniões e gostos de Letícia Fernandez não vai se preocupar em se informar sobre a situação política do país pra votar melhor, ou em alguma forma de desenvolver um trabalho social, ou simplesmente alimentar o cérebro com um bom livro. Acho que todos tem direito a ter opinião, mas acho q aqui tem gente que não sabe qual a linha que divide expor sua opinião e julgar o outro.

    BJus

  33. Drica Tavares August 25, 2011 at 19:00 - Reply

    Oie Lê… como sempre adorei o post…e pra mim numa transa o que vale é a qualidade…beijos querida

  34. Sofia August 25, 2011 at 19:21 - Reply

    Genial Letícia!

  35. MR August 25, 2011 at 19:23 - Reply

    Há séculos os homens (e infelizmente não apenas eles) estão acostumados a pensar nas mulheres como "buracos".

    Isso contra 50 (?) anos da revolução sexual… Ainda vai levar um tempo até que as coisas mudem de fato…

  36. Marcelo August 25, 2011 at 20:12 - Reply

    Já sai com mulheres que diziam que o marido ou namorado não dava conta. Quando transava com elas eu descobria que elas muito provavelmente também não davam conta dos namorados ou maridos. Ter muitos homens e ou mulheres faz você saber diferenciar as coisas, mas faz você perder a vontade de melhorar o seu relacionamento a dois. Uma coisa pode inibir a outra (não necessariamente, cada caso e um caso), o ideal e ser feliz. os tabus e preconceitos não terminam com palavras. O respeito muda as pessoas. As ofensas não. Santas devem ser tratadas da maneira que vai deixa-las felizes. Putas idem. Rodadas ou virgens, garanhões ou cabaços, há espaço para todos.

  37. Anonymous August 25, 2011 at 20:36 - Reply

    É verdade,Letícia.Infelizmente eu vejo que ainda existe a tal da distinção de mulher puta e a santa…a primeira tratada feito um buraco mesmo (que eles chamam de puta pra baixo mas que não dispensam o "buraco" delas,né) e a santa que não sei porque acham que é santa(santo só Jesus,gente!)que infelizmente casa com essa criatura.Merda de pensamento comum,ainda dizem que as coisas mudaram,não acho isso.

  38. S3PH1R0TH August 25, 2011 at 20:44 - Reply

    Blog interessante e muito corajoso por parte da autora. Estou abismado! ^^

    visite também

    som vertical

  39. Anonymous August 25, 2011 at 20:48 - Reply

    Le faz um favor. Aproveita q esta dando um toque nos homens e de um toque nas mulheres tb. A gente gosta de mulher que tenha atitude, que queria transar, e nao bonecas inflaveis, estaticas e sem participaçao, com nojinho de colocar a boca em um cacete por ex.
    Bjos e parabens como sempre.
    Casado Bh 30

  40. Gabi August 25, 2011 at 21:17 - Reply

    É complicado lidar com o assunto Sexo. PONTO!

    Existe um tabu absurdo sobre quase tudo. As famílias raramente conversam sobre, e é como vc mesma disse, todo mundo fala, mas poucos fazem.
    E se falam, são os malandros (homens e mulheres) que querem se achar em rodinha pagando q comem e são super comidas. (bem comidas, por sinal).

    Sempre vai exister para nós mulheres o lance de "puta" e "santa". Se homem não come mtas, é santo, se come todas é garanhão!

    É Letícia, hahaha, vc vai continuar tendo que ter paciência, pq serão muitas as críticas (não construtivas, volto a dizer, husahsua), e gente pentelhando vc!

    Beijoss,
    Gabi.

  41. monevss August 25, 2011 at 21:28 - Reply

    Nossa este cara reamente é um babaca,como pode um ser humano pensar assim.PORRA ESSES filhos da puta podem comer várias e nos não temos este pensamento rídiculo e nos mulheresse fazemos o mesmo sofremos este preconceito.esses babacas que pensam assim nunca devia fazer sexo.
    E o pior é que a maioriados homens pensam asssim como este babaca.
    Somos seres humanos e temos sentimentos e desejos e o que há de errado nisso?!

  42. Estela M. August 25, 2011 at 21:35 - Reply

    Adorei o texto, vc é ótima! beijos.

  43. Anonymous August 26, 2011 at 11:59 - Reply

    Tenho há quase 2 anos um relacionamento bem informal, digamos, com uma pessoa muito especial. Não temos rótulos sociais mas algo no coração me impede de querer ficar com outras pessoas. A coisa começou com sexo por sexo, e temos os dois muito desejo um pelo outro. Mas as vezes, algumas vezes, não estamos com vontade de transar. Queremos olhar nos olhos, conversar, abraçar. E se tentarmos, não vai ser legal (já não foi). O nosso sexo só é bom quando realmente estamos a fim. E por que seria diferente com os outros? Protocolo é chato em quase qq lugar e função. Se for possível, siga o que o coração fala. De repente, a vontade pode surgir. O nome disso para mim é respeito. A si e ao próximo!
    Um dia esse cidadão quem sabe entenda isso.

  44. Anonymous August 26, 2011 at 12:11 - Reply

    Camila

    Nossa, concordo em número, gênero e grau! Em muitas transas, nós mulheres, não passamos de meros buracos. Um saco isso!
    Adorei seu blog. Parabéns, de muito bom gosto e muito útil!

  45. RoH August 26, 2011 at 12:33 - Reply

    O que você disse esta correto, só que no meu caso é meio diferente. Minha namorada não gosta do ato sexual, ela prefere as Brincadeiras ou masturbação.
    Ela fala que quando há penetração, é incomodo ou doi. E o Ex dela falou que ela sempre foi assim.
    então isso nao se limita somente aos homens, tem mulheres que visam o seu proprio prazer.

  46. Bruno August 26, 2011 at 14:37 - Reply

    Sou homem e fico de cara com meus amigos que tratam assim as mulheres.
    Pra mim o que sempre me deu tesão na cama é ver uma mulher tendo prazer, seja minha ex-namorada ou uma transa casual.
    E digo mais: sou muito mais bater uma sozinho assistindo redtube do que chamar uma mulher que não me interessa em nada só para transar. Não suporto a sensação de gozar e mentir que tenho compromisso só para dar o fora o mais rápido possível.
    Quanto as criticas ao blog, fique acima delas. Seus textos são uma otima ( e deliciosa) forma de desvendar a hipocrisia da nossa sociedade. Acaba de ganhar mais um leitor assíduo.

  47. Liana August 26, 2011 at 14:44 - Reply

    Ser "santa", ser "puta".. Não vejo nenhum grande bem em nenhuma das duas "opções". Tudo isso aí representa preconceito, limitação, medo, arrogância, desrespeito. Homens assim não tratam realmente bem nem a santinha que têm em casa, porque elas são subestimadas, tratadas de forma infantilizada, 'corneadas' e ainda têm sua sexualidade contida para só orbitar o pênis do namorado/marido. Mulher só é "santa" enquanto reza na cartilha machista, não demonstra opinião discordante da moral-cristã(até entre ateus eu vejo isso, muito estranho, sai a religião mas ficam os preconceitos). Qualquer coisa que destoe disto vai jogá-la do lado da "puta", o que é normal de acontecer quando o relacionamento termina.

    É também uma maneira de se eximir do trabalho e da responsabilidade de respeitar os outros(porque sim, isto é trabalhoso) e também de não precisar engendrar pelo difícil processo de crescimento pessoal que nos é exigido para que possamos nos relacionar bem com os outros e outras. Muito mais fácil é ignorar tudo isso, xingar a mulher e se fazer de vítima para justificar seu egoísmo na cama.

  48. Anonymous August 26, 2011 at 18:34 - Reply

    Menina, comecei ler seu blog hoje e estou adorando.concordo com o q vc falou nesse post e esse marido q escreveu isso, pelo amor de Deus né? esses homens q falam mal de puta, travestis, gays e etc, acho q no fundo sentem é vontade de ser como eles, de fazer o q fazem e por isso falam mal, pq não tem coragem de ser assim.Boa sorte pra você!Tudo de bom.

  49. gabrig August 27, 2011 at 06:28 - Reply

    Partindo do princípio que todo mundo entende que generalizar é, em geral (rá), errado, nem vou me dar ao trabalho de dizer que nem todos os homens são assim e blá blá blá.
    A verdade, no fundo, no fundo, é que não tem nada melhor, mais excitante, do que ver a mulher com quem você está transando gozar. Simples assim. E cá entre nós, cada um dá ou come o quanto quiser, ninguém tem nada a ver com isso. Lê o blog quem quer e todo mundo que seja feliz na vida.

  50. Anonymous August 27, 2011 at 18:03 - Reply

    Ele respondeu dessa forma pq achou mais fácil do q entender q a mulher estava enviando uma mensagem à ele. De q o sexo anda mt ruim.
    … e vai continuar…

  51. Anonymous August 27, 2011 at 18:12 - Reply

    As mulheres estão tentando usar seu texto como um SOS e os homens se recusam a entender. Q comentários engraçados. Todo mundo tem uma desculpa e "é sempre o outro".
    Nunca haverá solução assim.

  52. Anonymous August 27, 2011 at 21:36 - Reply

    Menina Letícia

    Percepção arguta do sexo solitário, do sexo com a melhor pessoa do mundo.

    Nós homens somos masturbatoriamente assim mesmo.

    Beijos doces e lascivos.

    PAZ!
    AMOR!
    ALEGRIA!

    Le Switcher®

  53. Românovitch August 28, 2011 at 00:01 - Reply

    Estou sempre sendo me defrontando com preconceitos sobre sexo e sexualidade e pensando sobre eles. Não falo só dos preconceitos homofóbicos, é algo muito maior do que isso, mas a condição de homossexual ajuda (em algumas pessoas) a ter uma visão menos fechada sobre o assunto. Descobrir seu blogue (através da matéria na Época) salvou minha noite. Muito bom encontrar pessoas capazes de dizer aquilo que a maioria prefere esconder e de gerar discussões (ainda que predominantemente preconceituosas) sobre o assunto. Para mim, você nem precisa se expor para ser considerada corajosa. Mesmo no anonimato este blogue já é um ato de coragem. Além disso, você não merece a violência que esta sociedade hipócrita reserva para aquelas(e aqueles) que admitem que trepar com um homem que saiba realmente foder é maravilhoso!

  54. mary August 28, 2011 at 08:35 - Reply

    to no lucro sou casada a 3anos e muito muito muito bem comida acho q dei sorte minhas minimas esperiencias antes do meu marido 3caras foram pessimas elas melevaram a achar q sexo bom era ilusao depois de conhecer meu marido e de cara quando começamos namorar e na 1°vez ele me deu uma comida e fez 1sexo oral ps:nunca ninguem tinha feito em mim nem eu em ninguem ai com o tempo foi tudo melhorando fui me soltando e hoje e so alegria sexo todo dia acreditem ou nao,varias posiçoes sexo oral q aprendi com ele a gente e compativel na cama e ate bizarro e algo q eu nao acreditava existir por tudo q ja ouvi de amigas,tive muita sorte meu marido sabe usar o pau e muito bem,sei q minha historia parece inventada mas acredito q deve existir alguem q vive como eu,mesmo q ninguem acredite em mim existe homens bons de cama procurem sexo bem feito muda o humor nem tpm tenho mais.leticia bjsss parabens pela atitude de ser mulher o suficiente pra buscar realizar seus desejos.

  55. Anonymous August 28, 2011 at 16:39 - Reply

    Letícia,
    Gostaria de escrever um e-mail pra você, mas não vou pular etapas, uma amiga me indicou hoje o seu blog. Bom, eu nunca iria querer transar com 100 homens num ano pq acho que não há tantos homens interessantes assim aqui na cidade que moro. É uma capital, mas com jeito de interior. Sou bissexual e atualmente, pra ser sincera, tenho tido preguiça de me relacionar com homens. Sempre muito egoístas e querem muito receber, pouco dar. Não sei se assumir que gosto também de mulheres me fez ver que posso ser feliz com elas, sem eles, não sei se continuo mesmo gostando dos dois. Dias atras eu fiz 33 anos, qdo eu fiz 30 foi a idade que mais dei pros caras. Saí com muitos, fui em swing (e gosto até hoje) e também fiz menage, mas nunca com dois homens. Tenho um amigo que diz que excesso de pau estraga a mulher, é engraçado, é uma piada, mas tem seu lado de verdade. Dar pra 2 por semana, toda santa semana, sei lá, já fiz isso, não condeno, mas não curto mais. Fases da vida, né? Curta seu momento.

  56. Inês August 28, 2011 at 21:04 - Reply

    tudo isso só porque as pessoas não conseguem entender que sexo é prazer a dois. Se a menina é rodada ou não, o que isso tem que atrapalhe na hora do prazer? na verdade, por experiencia própria, posso garantir que isso muitas vezes ajuda mais que atrapalha. O que se costuma chamar de meninas rodadas são as meninas com uma vida sexual ativa de verdade. Meninos, elas conhecem melhor o corpo delas, elas se sentem mais confortáveis e elas ainda podem ensinar muita coisa bacana. porque não retribuir com um sexo que se valha repetir? acho que a única preocupação que se deve levar pra um sexo casual é proteção. de resto, faça bom proveito e não faça feio.

  57. Vanessa July 12, 2012 at 00:54 - Reply

    A minha opinião é a seguinte, o homem é responsável por toda mulher que ele come.
    Então, se ele se esforçou (muito ou pouco) para conseguir leva-la para cama (ou carro, esquina, canto, banheiro etc) o mínimo que ele tem que fazer é dar prazer para ela. Seja santa, seja puta. Porque eu quando saio com um cara já tenho maturidade suficiente pra saber quem o objetivo dele não é ficar tendo papo cabeça em restaurante caro, ele quer me comer. E se eu aceitei o convite para sair é porque eu tenho intenção de dar. E se eu aceito e quero dar, eu vou dar com vontade, vou me esforçar, dar o meu máximo para dar prazer para o gajo! Mas isso tudo que eu faço é esperando ter reciprocidade. Se não tiver, ah, nem fodendo que não vai ter segunda vez. E se vier com a perguntinha idiota “foi bom pra vc?” vai ouvir uma resposta maucriada!
    Não é porque a mulher é “puta, rodada” que ela não merece ter prazer. E ainda mais, se não me der prazer vai ouvir eu me dando prazer sozinha chamando pelo Denzel Washington!

    • Leandro July 12, 2012 at 23:53 - Reply

      Você é o estilo de mulher ”normal” que eu gostaria de comer, com certeza. O problema é que não é tão fácil assim encontrar mulheres com esse estilo porque na hora H muitas vêm com falsos pudores e moralismos. E eu realmente gosto de FAZER sexo…

  58. Vanessa July 12, 2012 at 00:55 - Reply

    Ahh, e outra coisa. Eu não espero que o cara fique de namoradinho, carinhosinho não.
    Uma dose boa de prazer pura e simplesmente me basta!

  59. Camila July 12, 2012 at 09:23 - Reply

    Post sensacional

  60. Sylvana Melo July 12, 2012 at 11:03 - Reply

    Estava pensando isso agorinha, quando ligo o computador esse post….tava pensando sobre um carinha que eu saia e tava me fazendo passar por buraco pra ele,preliminares ficaram cada vez mais raros ate não ter mais nada….resolvi mudar,hoje em dia,não saio mais com babaca egocêntrico,quero ter prazer tb!

  61. July 12, 2012 at 13:19 - Reply

    Já lambi buceta de puta e foi bem legal!

    • Leandro July 12, 2012 at 23:50 - Reply

      Cara, para mim, é a coisa mais normal que tem. Esses ditos populares são muito toscos e ultrapassados. Mulher é mulher e ponto final…

  62. Leandro July 12, 2012 at 23:49 - Reply

    Eu já comi ”putas” e ”normais” e, de verdade, trato todas como mulheres. Falo isso seriamente. Tanto que para mim é difícil sair com as ”normais” apenas para fazê-las de buraco pelo fato de que penso muito sobre isso e prezo muito pela minha reputação também, ou seja, para que ela seja boa preciso respeitar a mulher com quem estou. Só que eu tenho bastantes dúvidas se as mulheres realmente gostam de homens como eu sou. Falando é tudo belo e bonito, não sei não.

    • Letícia F. July 13, 2012 at 13:21 - Reply

      Leandro, você não deveria classificar como “putas” diferenciando das “normais”. São todas normais, meu caro.

  63. de July 20, 2012 at 10:17 - Reply

    quanto mais ouço comentários como o dessa leitora mais penso que, além de todo o machismo que sempre existiu, as tais “santas” reforçam esse pensamento. talvez numa medida desesperada para competir com as tais “putas”.

  64. de July 20, 2012 at 10:22 - Reply

    o outro lado é que mulher adora falar que homem é ruim de cama. vocês já escutaram homem falando que mulher é ruim de cama?
    já tive uma experiência com um cara que eu gostava muito, mas era muuuito ruim de cama. e ele não era um crápula por isso, só realmente desajeitado, mas com potencial (talvez pelo fato de eu gostar). com o tempo, comecei a mostrar que com mais calma e empenho tudo poderia ser bom e que quanto mais eu gostasse, maiores eram as chances dele gostar. hoje a coisa vai muuuito bem.

Comente »