Big girl, you are beautiful

Letícia F. July 12, 2012 32

Post originalmente publicado no Cem Homens em 21 de julho de 2011. Volta à tona hoje porque acordei já com uma discussão no Twitter (não era comigo) em que a garota basicamente colocava a culpa de tudo de ruim… nos gordos. Pra variar. 

Eu escrevi um post enquanto ouvia We are golden, do Mika. Não coloquei no ar ainda, mas me deu a ideia pra esse texto aqui, por conta da música acima (Big girl, you are beautiful)

Esta semana recebi um email de uma leitora. Aos 18 anos e com uma maturidade impressionante, a garota está preocupada porque está acima do peso. Não tem jeito: por mais que a gente estude e seja bacanérrima (como essa menina parece ser), sempre ficaremos griladas com nossos corpos.

Eu nunca tive isso, confesso. Sempre me aceitei muitíssimo bem, mesmo não sendo nem de longe uma miss. Mas sei quão difícil é não se sentir “adequada”. Além das revistas e da TV, que só mostram corpos sarados, de vez em quando tem algum babaca xingando os gordos. Alguém que eu sigo no Twitter retuitou esta semana uma menina louca que fala mal de gordas. Fiquei estarrecida. ESTARRECIDA. De onde vem esse ódio pelos rechonchudos?

Sei que não são só as gordinhas que se sentem meio mal. A mulher está sempre procurando um defeito em si mesma: é o peito pequeno demais, a bunda caída, o braço flácido, o cabelo revolto, até o formato das unhas! Tudo é motivo para se sentir mal consigo mesma.

both Big girl, you are beautiful

Vamos parar com isso? Todos nós, sem exceção, somos lindos. Lindos. Alguns são mais que outros? Talvez. Mas quantas pessoas realmente estonteantes você conhece? Por acaso você já esteve em um desfile de moda? A primeira vez que fui num, a trabalho, fiquei impressionada. Juro! Que bundas horrorosas, minha gente! Já viu uma “gostosa” global de perto? Fica a dica: elas são bem menores do que parecem na TV. E isso é um problema? Não. O problema é você querer ser uma delas e achar que a sua aparência não é bacana.

Não se pode esquecer, também, que muitas dessas mulheres vivem da imagem. Normal elas precisarem ter o corpo perfeito, a pele perfeita, o cabelo perfeito. Você, não. Você trabalha de oito às seis, pega transporte público, tem de lavar louça e o chão do banheiro. Eu mesma, agora, estou com as unhas horrorosas por conta desses malditos afazeres domésticos.

E já que este blog é, afinal, um blog de sexo, vamos falar de sexo. Quantas de vocês só transam de luz apagada? Ou ficam com vergonha de certas posições, porque a barriga fica mais protuberante? Várias, posso apostar. O curioso é que não existe a mesma pressão em cima dos homens. O que eu já vi de pança grande, braços molengos e bundas esquisitas não tá no gibi. E me diverti muuuuuuuuuuuuito com alguns desses homens.

Essa menina X do Twitter esbravejava que ultimamente vários blogueiros começaram a dizer que mulher gorda é que é gostosa. Infelizmente não vi esses posts elogiosos às gordinhas por aí, mas acho bacana que tenham acontecido. E aqui vai mais um.

Veja também:

Fuck yeah gostosa que se acha gorda  – tumblr só com fotos de gordinhas.

The Nu Project - fotos muito, muito bacanas de gente como a gente.

Recomendo também a leitura de dois textos do Fausto Salvadori Filho, um entusiasta das garotas mais rechonchudas. Um aqui e outro aqui.

Mês passado escrevi um post que também fala sobre isso. Foi no dia em que a Adele disse estar grávida. Tem menos de duas semanas! Não queria ser monotemática, mas o assunto volta à baila o tempo todo! Clique aqui para ler.

PinExt Big girl, you are beautiful

Compartilhe!
  • more Big girl, you are beautiful

32 Comentários »

  1. Diogo Tupinamba July 21, 2011 at 02:40 - Reply

    Orgulho de ser gordinho depois de ler esse post… Ainda há quem reconheça nossas qualidades

  2. quel July 21, 2011 at 03:31 - Reply

    É isso ai Lê,pessoas são pessoas e não devem ser tratadas diferentes por sairem fora dos padrões que a sociedade nos impoem.Ninguém é feio porque esta acima do peso,por ter uma barriguinha saliente,celulite,estria e mimimi.Essas coisas são tão comuns que não sei por quê ainda insistem em editar imagens de artistas antes de publica-las.As pessoas devem ser belas com as suas imperfeições,não há ninguém que não tenha uma.Sem falar que como o 26 disse,beleza é subjetiva,o que pode ser belo para um pode ser "feio" para outro.Enfim Lê,você disse tudo,não há porque se encanar com essas coisas.Afinal pessoas são belas.
    Quanto aos blogs estarem falando sobre isso li essa semana sobre isso no "P.a.U" ,onde o Marcelo fala do desejo do homem por carne rs.Eu que desde a pré adolecência andei com meninos concordo com Ele.Homens preferem ter o que apertar nas mulheres.hahaha
    Meu namorado mesmo quando começamos a namorar preferia as mais magras(e olha que não sou gordinha,tenho 49kg distribuidos em 1,53 de altura)mudou o seu conceito e disse que ia deixar isso de mulher magra pra lá.kkk
    Mulheres não tenham vergonha de seus corpos!!
    [ops "falei" demais]
    Parabéns Lê continue com esse blog maravilhoso.
    bjo

  3. quel July 21, 2011 at 03:35 - Reply
  4. Sabio July 21, 2011 at 07:29 - Reply

    Olá Lele!
    Sempre leio o seu blog e pela primeira vez vou comentar um post seu. No meu ponto de vista tanto os homens como as mulheres tem insegurança nesse pontos de estar acima do peso. Só que as mulheres acabam colocando mas coisas na cabeça. Uma é o ponto que você mesmo tocou da mídia vender o corpo perfeito. E nisso as gordinhas começam a procurar chá disso, chá daquilo e chá daquilo outro, ou até mesmo capsulas pra emagrecer, chegar ao corpo que aquela moça da entrevista diz que perdeu. Com isso nem vê o mal que faz a si mesmo e ao seu organismo. O certo é a própria pessoa se aceitar do jeito que é. Se olhar a cada dia no espelho e dizer que se ama, que gosta do que esta vendo, estar de bem consigo mesmo. Se você faz isso consegue passar para os que estão na sua volta segurança. A pessoa nota isso. Falo isso pois já fui uma pessoa bem gordinha. Já cheguei a vestir um manequim de se achar somente em lojas pra gordinhos. Só que nunca liguei para o que dizem de mim. Gente da minha própria família falavam que eu comia demais, que eu repetia, contavam até quantos pães eu comia. Fora as brincadeiras de mal gosto no colégio. Sempre tem pessoas que não tem cérebro dentro da cabeça e acha que isso é certo. Só que mesmo assim eu poderia ter me desenvolvido com complexos, com bobeiras e não foi assim. Um dia eu mesmo por querer achei melhor cuidar da minha saúde. Mudar a minha alimentação. Não vou dizer que sou uma pessoa magra. Posso dizer que sou uma pessoa fofinha no momento e estou feliz por isso, pois estou de bem comigo e com saúde que é o importante. Então quem sofre com isso sendo homem ou mulher deixa isso de lado e se preocupe com o seu bem estar e deixe esses comentários idiotas de lado. Sinta confiança em você mesmo, pois se fizer isso nada e ninguém vai segurar você no que desejar.
    Muita paz e alegrias pra vocês!!!

  5. Drica Tavares July 21, 2011 at 09:48 - Reply

    Como sempre adorei o post Lê… beijos!!!!

  6. guetoblaster July 21, 2011 at 09:57 - Reply

    no meu twitpic tem vairas gordinhas gostosas e no meu olhares só tem mulher normal sem edição adoro fotografar minha amigas, são todas lindas.

  7. Nina July 21, 2011 at 12:29 - Reply

    Não sou gordinha, mas realmente admiro as gordinhas que se acham bonitas e são auto confiantes! Conseguem ser mais lindas que muita modelo seqüela!

    Abraço a todas!

  8. Adria July 21, 2011 at 12:55 - Reply

    Letícia, vc é mesmo sábia.
    Eu tava viajando, tava bem no meio do mato, lá não pegava nem celular nem internet e eu tava morrendo de saudade do blog, assim que cheguei corri pra me atualizar das suas aventuras. A propósito, o mato é bastante inspirador para as atividades sexuais sabia? Você já experimentou?
    Bjos

  9. Denise July 21, 2011 at 13:21 - Reply

    Sábio post! O problema não é ser magro demais ou estar vários quilos acima do peso. O problema é querer ser igual a outra pessoa que uma "massa" de sei lá quem que não muda a sua vida diz que é perfeito. Perfeito ninguém é e morrer por isso é pobreza de espírito.

  10. Tatiana July 21, 2011 at 14:47 - Reply

    S/C amei!!!!!!!!!

  11. Pri July 21, 2011 at 16:38 - Reply

    Ai Le amei esse post.Confesso q tenho um certo complexo comigo (sou baixinha e tenho pernas grossas…normal nas brasileiras)mas estou mudando isso…como?Assumindo o meu corpo e procurando melhorar aquilo que acho realmente necessário, passei a escolher alimentos saudaveis , mas nem por isso deixei de comer ou fazer aquelas dietas malucas e hj me sinto mais feliz comigo, mais em paz , não com a balança , mas comigo mesma.bjão Le

  12. Letícia E. July 21, 2011 at 16:58 - Reply

    Legal isso Leeh!
    Quantas vezes nós queremos ser perfeitas, gastamos uma baita grana em estética…
    Eu hoje me sinto bem melhor com meu corpo, minha aparência, nao sou perfeita, mais me sinto e dizem que eu sou bonita.
    Claro sempre alguem vai querer comparar, mais as pessoas nao sao iguais e nao tem a menor logica todo mundo querer ter um unico padrao de beleza!

    Este eh meu primeiro comentario aqui no blog, mais leio ele desde os tempos que vc postava pra NOVA.

    Somos charás ;)

  13. Michelle Chris July 21, 2011 at 17:04 - Reply

    Olha, hoje estou com 10kilos acima do meu peso ideal, já fui muito obcecada e vergonhosa por causa do meu corpo. Teve um dia que meu marido me elogiou cada parte do meu corpo depois que fizemos sexo, e ele na verdade nem sabe o quanto isso mudou minha vida. Eu me achava uma horrorosa, andava de cabeça baixa na rua e vivia dando desculpas aos amigos do orkut do pq não colocar fotos minhas. Isso mudou, hoje me acho linda, emagreci depois disso, vejo homens mechendo cmg na rua(até casados) e sim, eu sou gordinha, mas eu sou real, tenho onde ser pegada(rsrsrs, e mais do que isso: EU SOU FELIZ!!

  14. Barbi July 21, 2011 at 19:10 - Reply

    Meus olhos se encheram de água agora :'-]. Como é complicado ouvir a frase: "vc é tão bonita, pena q é gordinha". Hj me vejo meio q revoltada com isso. Por que as pessoas não podem se interessar por mim do jeito q sou? Sinceramente, cansei de ser escolhida. Mas tenho fé, muuuuita fé. E Le, prefiro sexo no claro…rsss. Bjks.

  15. Helena July 21, 2011 at 21:43 - Reply

    Eu me acho gordinha, mas já faz tempo que eu parei com essa paranóia d não fazer alguma coisa por me acha gorda. Na questão dos sexo, eu não ligo e até gosto quando o cara pede pra fazermos de luz acesa (eu curto muito) e quando rola d luz apagada eu peço depois uma nova rodada do meu jeito… Mas o importante é estar bem consigo mesma, hoje em dia eu preciso fazer atividade física e comer melhor mas por uma questão de saúde e não porque eu não gosto do que vejo no espelho, eu gosto e muito!!!

  16. My July 22, 2011 at 11:41 - Reply

    oii gostei do espaço q vc abriu no seu blog pra fala sobre isso, tbm adorei qdo vc falo de preconceito , as pessoas deveriam abri os olhos e ver q todo mundo tem o mesmo direito , independente de seu corpo , sua cor . suas preferencias , le so uma menina de 23 anos solteira bem resolvida trabalho e batalho pra fze oq eu gosto , eu fico muito puta qdo vejo qq demonstração de preconceito A VIDA É DE CADA UM , nao vo fala pra vc oq eh certo ow errado . o certo eh vc se aceita e ser feliz assim independente de tudo !!! eu transo sim de luz acesa hauAHUAHUahua bjOO

  17. Guilherme Moura July 22, 2011 at 11:45 - Reply

    Letícia, seus textos continuam ótimos. Mesmo nos nossos pensamentos diferente você consegue escrever com clareza e coloca bem seus pontos de vista. Nesse post eu concordo 100% com você. Acho que toda pessoa sempre tem algo de bonito, e não é só físico não. Po, cada "gordinha" com uma pegada maravilhosa que já transei, que muita "gostosa", que não chega nem aos pés. Essas vergonhas não podem existir na cama. Pq tem hora que irrita vc estar lá, todo excitado, animado, e a mulher com vergonha, pedindo pra apagar a luz e tal. Tipo assim: eu não to nem aí se vc tá com uma barriguinha, ou se tem estria ou celulite. O que importa é que está bom d+ e eu quero que continue assim. O mais importate, como já falaram acima, é a pessoa estar bem consigo mesma!

  18. kk July 22, 2011 at 15:18 - Reply

    Olha ja fiquei co magrelinhos tbm, mas os gordinhos são os melhores. Quando perguntam o tipo de homem que eu gosto, eu falo " Os gordinhos!" adoroooo …
    Adorei o post

  19. dark moon July 22, 2011 at 21:16 - Reply

    Nossa Letícia, amei este post não que eu tenha problemas com o meu corpo…uma coisinha ou outra vá la mas sem neuras. Mas pelas pessoas que conheço e reclamam muito do peso e do próprio corpo; acho que a gente tem que se sentir bem consigo mesmo.
    Muitas pessoas vão se sentir bem depois de ler este post.
    Agora deixa ler o número 27.
    Beijos.

  20. Fofinha Gostosa July 22, 2011 at 23:51 - Reply

    Oi! Vou me apresentar como "Fofinha",eu tenho 34 anos, sempre fui gordinha, ou melhor dizendo gorda. Na minha adolencência sofri muito,por acreditar que ninguem iria me querer, sendo assim o primeiro rapaz que quiz se envolver seriamente comigo, eu não deixei escapar. Me casei com essa pessoa e sofri muito, já não me sentia mais mulher. Apos a separação,(graças a um 'amigo') comecei a me enxergar de uma maneira diferente.Resumindo, tive varias experiências que me ensinaram que o fato de eu ser gorda, não me torna menos mulher, eu comecei a buscar formas diferentes para agradar um homem na cama, por achar que eu precisava compensa-lo de alguma forma.Hoje me sinto a mulher mais gostosa do mundo quando estou com alguém. Sabe porque? Ele não é cego, está vendo o meu corpo, antes mesmo de entrar num quarto de motel, e mesmo assim ele ainda tem tesão por mim. Então não há motivos pra eu me encanar, por essa razão eu me solto, deixo rolar… e é muiiiito bom. Me desculpe se escrevi demais, mas precisava escrever o que se passa pela minha cabeça. Boa Noite!

  21. Vanessa Morais July 24, 2011 at 20:54 - Reply

    Oi Lê! Esse post foi um dos melhores que vc escreveu! Com palavras simples vc ajudou muita gente, homens e mulheres, como eu, a parar de sentir feia, diminuída… Vc não tem noção da grandiosidade que seu blog tem! Está nos atingindo e nos arrebatando! Eu me sinto uma mulher melhor, pq sei que do outro lado do PC tem uma mulher como eu, com dúvidas, certezas e inseguranças e grande vontade de ser feliz!!

  22. Luíza July 25, 2011 at 00:16 - Reply

    Nem eu com meus 107 quilinhos aguentaria transar apenas de luz apagada, é tedioso, corta o tesão, é mecânico. Mulheres, aceitem-se! Lembrei de um amigo meu que diz: "Meu amor suporta a tudo, menos a perda de peso", sim sim moças, ele é taradão pelas rechonchudinhas. Estejam abertas, sejam mais fáceis, já vi muita gordinha querendo APENAS o malhadão da academia, ai também não dá né, como vcs querem ser aceitas sem ao menos se aceitar, ou aceitar o outro? complicado …

  23. Anonymous August 12, 2011 at 10:29 - Reply

    Hoje em dia ha preconceito com tudo. Bonita ou feia, magra ou gorda, branca ou preta, mulata ou amarela, hetero ou gay, loira ou morena, etc. Eu tbm sofro um pouco por ser magrinha também. Eu sou e não tenho um mte de cara caindo em cima de mim, não. O que reforça a crença que se vc nao gostar de si mesmo, não se valorizar poucos vão te querer.
    Mas imagino que o que eu passo não é nem perto do que uma gorda passa, pois elas devem sofrer preconceito mesmo. Vou ser bem sincera: não as vejo com bons olhos também, mas nao saio chingando ninguém.
    O interessante é que as pessoas nao vão veem problema algum em comentar sua magreza. Ando fazendo uns exames e ja ouvi duas vezes das médicas: " e essa magreza toda?" Hoje em dia não me importo muito, antigamente sim. Ja chorei muito pq um sogro meu ficava me chamando de magrela, que "eu devia comer mais pra engordar esses bracinhos." Fiquei mto mal pois tava bem complexada com meu corpo nessa época. Agora se tu falar que o outro tá parecendo um barril o bicho pega.

  24. Si (Simone) July 12, 2012 at 23:28 - Reply

    Eu tb não conseguia me achar bonita por ser gorda, vivia reclamando (p mim mesma, nunca entregaria meus defeitos de bandeja p ninguém. Se for p falar mal, só eu posso! rs), enfim. Até q cerca de uns dois anos p cá eu vi uns vídeos amadores, pessoas de todos os jeitos, tipos, gente normal. E percebi não sou diferente dos seres humanos normais que estão por aí. Gente de verdade é assim, cheia de defeitinhos, gordurinhas aqui ou ali, peitinho caído, buxinho, celulite. Uns mais, outros menos. E entendi que isso sim é ser normal. Essa ideia de perfeição que a mídia nos empurra goela abaixo não existe, é td truque de câmera, iluminação, photoshop, cirurgia… Ou seja, eu me sentia feia por estar me comparando a gente que nem existe! Que louco, né?
    Enfim, isso mudou totalmente minha perspectiva, e hoje eu não deixo ninguém dizer que eu seria mais bonita se fosse mais magra, ou que não estaria solteira se “me cuidasse mais”(p ñ dizer q é pq eu to gorda ¬¬). Porque minha beleza não se define pelo meu manequim, muito menos meu valor se define pelo meu peso.

  25. Ana July 13, 2012 at 00:28 - Reply

    Só espero que para as gordas se sentirem bonitas não chamem as magras de feias e vive-versa.

    Há lindas gordas e lindas magras.

    • Letícia F. July 13, 2012 at 13:19 - Reply

      Ana, mas eu sempre digo isso por aqui. E está no texto, também.

  26. Fernanda July 13, 2012 at 09:53 - Reply

    O preconceito existe de todas as formas, se é bonita demais é burra, se é feia não serve, magra demais? nem pensar, gorda entao? baixinha, alta.. enfim, o preconceito é em cima da mulher, não importa o jeito, vc nunca vai ser boa o bastante. Mas oi? Não estou tentando ser boa o bastante pra vc! Se eu estiver feliz comigo mesma, foda-se o resto. Não nasci pra agradar ninguém.

  27. Fernanda July 13, 2012 at 09:55 - Reply

    Achei lindo as fotos que vc indicou do The Nu Project. Sério, muito bacana!!!

  28. Loh July 13, 2012 at 10:17 - Reply

    Pois é Lê tambem sou gordinha e sei bem como essa menina se sente. Tanto que hoje em dia eu só fico bem quando estou de dieta. É uma loucura, mas cansei de ser excluida por ser gordinha e hoje busco um corpo bacana…fazendo dieta, exercicios e tudo mais!!
    Bjus
    avidamudaeutambem.blogspot.com.br

    • Si (Simone) July 13, 2012 at 18:01 - Reply

      Pior é que tem isso mesmo, por mais que a gente lute em busca da auto-aceitação, o máx que a gente consegue é ficar bem consigo mesma. Mas a sociedade é bastante cruel e não ta nem aí p isso. Por ex., eu to desempregada a um tempo, ja pensei em procurar emprego num shopping, mas uma amiga que trabalha lá ja falou que esse é um dos principais requisitos para a contratação… Povo não da nem chance de vc mostrar que é eficiente, inteligente, e bonita msm, também. Se saio com amigas, ainda que eu seja tão bonita e esteja tão bem vestida ou arrumada quanto às outras, ainda assim nem preciso dizer p quem são os olhares, né. Se procuro comprar roupas, as de tam 46 p cima são sempre os modelos mais feios, largos ou para senhoras.
      Pois é, não é mole não…

  29. tonnydourado July 13, 2012 at 15:51 - Reply

    Eu sou magrelo, mas só queria dizer que, meu Deus, que isso esse tumblr, hein? Já até favoritei.

  30. Carol F. July 15, 2012 at 18:58 - Reply

    Confesso, já houve o tempo que eu fui super encanada com isso. Mas não era uma neura só minha, era algo realmente imposto na minha cabeça, de todos os lado todo mundo falando da minha gordura, minha mãe principalmente. Ninguém parou pra pensar no fato de que em vez de malhar o “meu corpão saradão”, sempre me preocupei mais em exercitar minha mente. Já cheguei a fazer umas dietas malucas que de nada adiantaram, só me fizeram mal ao estomago. Se agora estou procurando balancear minha alimentação e realizar alguma atividade física é pensando na minha saúde, não preciso ser magra pra ser saudável.

Comente »